BIÓPSIA DE COLO UTERINO

Saiba mais informações sobre a Biópsia de Colo Uterino

O QUE É O EXAME DE BIÓPSIA DE COLO UTERINO?

É um procedimento de baixa complexidade que visa a retirada de um ou mais fragmentos do epitélio do colo do uterino para que estes fragmentos possam ser analisados através do exame anatomopatológico, com o intuito de diagnosticar lesões precursoras ou mesmo câncer.

Nem todas as mulheres com alterações no seu preventivo de câncer (Citopatológico) tem indicação de biópsia. Assim como nem toda a mulher com diagnóstico de HPV (Papiloma vírus humano) deve ser submetida a biópsias.

O seu médico ginecologista vai avaliar todos os seus exames, a sua história clínica, a aparência do seu colo e solicitar a biópsia se ele achar necessário.

É um procedimento simples, na maioria das vezes indolor.

A paciente é colocada em posição ginecológica. É colocado o espéculo, aparelho para o afastamento das paredes vaginais e possibilitar a visualização do colo uterino. A colposcopia é feita para verificar a melhor área a ser biopsiada.

Em nosso serviço a biópsia de colo uterino é realizada através de cirurgia de alta frequência (LEEP), que nada mais é do que um bisturi elétrico.

Para as biópsias de colo uterino não é necessário anestesia, facilitando a recuperação do paciente.

A cirurgia de alta frequência é um procedimento cirúrgico no qual retiramos uma pequena amostra ou mesmo toda a área que apresenta alteração sem causar danos excessivos ao órgão. É um método rápido e tem a vantagem de causar menor dano ao fragmento retirado e menos sangramento.

O LEEP é um dispositivo com um eletrodo que conduz energia elétrica de baixa voltagem e alta frequência, que permite o corte do tecido com mínimo dano ao órgão doente.

Pode ser utilizado tanto para realizar biópsias quanto para tratamento, como quando é realizado o Cone de colo uterino.

Como o procedimento é simples, não requer anestesia porque na grande maioria das vezes a paciente não sente absolutamente nada nem durante e nem após o procedimento, por este motivo não é necessário vir ao laboratório acompanhado. Em raras situações pode acontecer tontura ou um sangramento maior por isso é recomendado que a paciente traga um absorvente permaneça no local por uns 15mins após a biópsia para que possa ser monitorada pelo médico que realiza o procedimento.

Não é necessário repouso. A paciente pode retornar as suas atividades diárias normalmente. Ela irá sangrar como se fosse uma menstruação por aproximadamente três dias e é recomendado que evite relações sexuais vaginais por um período de 15 dias para facilitar a cicatrização e evitar sangramentos maiores. Caso haja um sangramento mais abundante é necessário entrar em contato com o médico que realizou o exame para que ele possa orientar os próximos passos, mas esta complicação é muito rara.


  • BIÓPSIA DE COLO UTERINO

    BIÓPSIA DE COLO UTERINO

  • COLO ANTERIOR A BIÓPSIA

    COLO ANTERIOR A BIÓPSIA